Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Aprovação do Acordo de Paris pelo Senado Federal

Aprovação do Acordo de Paris pelo Senado Federal

Publicado: Quinta, 11 de Agosto de 2016, 18h31

 

Aprovação do Acordo de Paris pelo Senado Federal

 

O Ministério das Relações Exteriores recebeu com grande satisfação a aprovação hoje, pelo Senado Federal, do Acordo de Paris sob a Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC). 

O Acordo, concluído em dezembro de 2015 na Conferência do Clima de Paris (COP-21) e assinado pelo Brasil em 22 de abril de 2016, é um marco no esforço global de combate à mudança do clima. O Brasil contribuiu ativamente para a adoção do Acordo, engajando-se desde o princípio nas negociações, trabalhando para a construção de consensos e demonstrando ambição em suas ações domésticas.

O Acordo estabelece marco ambicioso, equilibrado e duradouro para as ações de combate à mudança do clima de todos os países e para o apoio internacional a países em desenvolvimento. Ao fortalecer a UNFCCC, o Acordo representa também a importância do multilateralismo como ferramenta legítima para a resposta ao maior desafio que se impõe hoje à humanidade.

Tão logo promulgado o decreto legislativo correspondente, compete ao Ministério das Relações Exteriores preparar o instrumento de ratificação para assinatura do Presidente da República em exercício e pronto depósito na sede das Nações Unidas.

A ratificação pelo Brasil reafirma o protagonismo e o compromisso inequívocos do País no combate à mudança do clima e dará uma contribuição significativa para a entrada em vigor do Acordo. A ratificação brasileira representa mais do que o dobro das emissões dos demais 22 países que depositaram o instrumento de ratificação até o momento. 

Informação adicional

São necessárias 55 ratificações, correspondendo a pelo menos 55% das emissões globais para entrada em vigor do Acordo de Paris. Até o dia 11 de agosto, 180 países haviam assinado o Acordo de Paris, dos quais 22 depositaram o instrumento de ratificação, correspondendo a 1,08% das emissões. Para fins de entrada em vigor do Acordo, o Brasil corresponde a 2,48% das emissões globais.

 

registrado em:

Flickr

Youtube

TEXT_YOUTUBE

Declaração do ministro José Serra por ocasião da visita do chanceler do Paraguai

O Ministro de Relações Exteriores do Paraguai, Embaixador Eladio Loizaga, realizou visita oficial ...

Discurso do ministro de Estado das Relações Exteriores, Jo...

Discurso do embaixador Mauro Vieira na cerimônia de transmi...

ACESSE O CANAL NO YOUTUBE