Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Combate à fome > Doação brasileira à Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina

Doação brasileira à Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina

Publicado: Terça, 14 de Outubro de 2014, 10h15

Cairo

O Secretário-Geral das Relações Exteriores, Embaixador Eduardo dos Santos, anunciou na Conferência para a Reconstrução de Gaza, realizada ontem no Cairo, doação do Governo brasileiro de seis mil toneladas de arroz e quatro mil toneladas de feijão à Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina (UNRWA), no valor de US$ 5 milhões. Leia aqui a intervenção brasileira proferida pelo Secretário-Geral das Relações Exteriores no Cairo.

Assista também ao vídeo que mostra o caminho seguido pelas doações de alimentos brasileiros à população de Gaza:

Somente em 2014, o Brasil já havia doado à UNRWA 11.500 toneladas de arroz (no valor de US$ 9 milhões), montante que corresponde ao consumo anual de arroz dos refugiados sob responsabilidade da Agência. A primeira parte dessa quantia – registrada no vídeo – chegou a Gaza pouco antes do conflito desencadeado pela operação “Borda de Proteção”, em julho e agosto passado, e por essa razão foi fundamental na mitigação dos efeitos da ofensiva israelense sobre o fornecimento de alimentos à população de Gaza.

Adicionalmente, o Fundo IBAS financiou projetos em Gaza e na Cisjordânia que totalizam US$ 3 milhões. Após o encerramento do recente conflito, o Fundo decidiu auxiliar a reconstrução, em Gaza, do centro médico Atta Habib e Hospital Al-Quds, gravemente danificados durante a ofensiva militar.

registrado em: ,

Flickr

Youtube

TEXT_YOUTUBE

Assinatura de acordos com os Emirados Árabes Unidos - Palácio Itamaraty - 16/3/2017

Cerimônia de assinatura de atos seguida de declaração à imprensa pelo Ministro das Relações E...

As comemorações dos 50 anos do Palácio Itamaraty se esten...

Discurso do ministro de Estado das Relações Exteriores, Al...

ACESSE O CANAL NO YOUTUBE